Universidade Estadual de Maringá (UEM)

Criada em 1970, fruto da ação de lideranças locais e estaduais que vislumbravam um papel fundamental no desenvolvimento socioeconômico do interior do Paraná, a Universidade Estadual de Maringá (UEM) assumiu sua missão na formação humana e intelectual de pessoas, além da produção científica e tecnológica. Acumulou um patrimônio científico, cultural e econômico que se reflete diretamente nas comunidades dos municípios onde atua. Os recursos orçamentários obtidos pela UEM são na ordem de mais de 600 milhões de reais ao ano, o que gera um impacto altamente significativo na economia local e regional.

A instituição se tornou centro de excelência em várias áreas do conhecimento, com projeção nacional e internacional, traduzida em aportes importantes de recursos para diversos projetos e laboratórios.

Para atender às comunidades interna e externa, conta com uma das maiores bibliotecas do interior do Brasil, de cerca de 540 mil exemplares em acervo e acesso a mais de 37 mil periódicos eletrônicos do portal da Capes. A BCE recebe, em média, três mil usuários por dia.

Com forte característica regional e ações ligadas a projetos de ensino, pesquisa e extensão, a UEM está presente nos municípios de Cianorte, Umuarama, Cidade Gaúcha, Goioerê, Diamante no Norte e Ivaiporã.

Possui um complexo de saúde que engloba o Hospital Universitário Regional de Maringá, o Hemocentro Regional, a Clínica Odontológica, a Unidade de Psicologia Aplicada, o Centro de Controle de Intoxicações, e diversos laboratórios, dentre eles o de Ensino e Pesquisa em Análises Clínicas (Lepac).

O hospital realiza, em média, 37 mil atendimentos no Ambulatório de Especialidades, cerca de 9,6 mil internações, e quase 287 mil exames, por ano. O Hemocentro faz coleta em 30 municípios, produz e distribui hemocomponentes de sangue, como hemáceas, plasma e plaquetas a mais de 30 hospitais. No Centro de Controle de Intoxicações, usuários do SUS recebem serviço qualificado no atendimento a casos de intoxicações e acidentes por animais peçonhentos. São cerca de 2,4 mil atendimentos.

O Reconhecimento da excelência se traduz nos rankings nacionais e internacionais. Em sua mais recente edição, o instituto britânico Times Higher Education World University Rankings (The Wur) coloca a UEM entre a 61ª e 70ª posição na América Latina. A UEM também está entre as 200 melhores do Brics. No indicador de qualidade apurado pelo MEC, é a 2ª estadual do Paraná. E ainda é a 7ª melhor universidade estadual do Brasil e a 27ª do País, entre 61 instituições avaliadas, públicas e particulares.

 

Áreas de excelência na pesquisa

A UEM vem se firmando como uma instituição que pauta a geração de novos conhecimentos que são as bases das pesquisas científicas desenvolvidas pelas várias unidades, centros, núcleos e extensões que dela fazem parte.

A Universidade possui cerca de 800 Projetos de Pesquisa Docente em andamento e 147 docentes que são Bolsista de Produtividade em diferentes áreas de conhecimento. Deve-se ressaltar que a UEM possui 402 Grupos de Pesquisa cadastrados no Diretório de Grupos de Pesquisa (Plataforma Lattes – CNPq). A Instituição possui 26 doutorados, 52 mestrados e 53 cursos de especialização. Dentre as áreas de excelência, destacam-se Agronomia; Biologia de Ambientes Aquáticos Continentais; Engenharia Química e Zootecnia.

 

Principais ações de extensão 

A geografia das lutas no campo; Capacitação de jovens aprendizes para o desenvolvimento de produtos de joalheria e acessórios; Desenvolvimento Cultural por meio da Arte; Dinamização das feiras da agricultura familiar e fomento à produção orgânica nos municípios do PRO-AMUSEP; Educação especial e tecnologia assistiva: formação de professores e processos criativos para inclusão escolar; Enfrentamento ao trabalho infantil: diagnóstico, fortalecimento e potencialização das ações estratégicas do PETI; Impactos do cultivo da uva na saúde do trabalhador e na qualidade da água em propriedades do município de Marialva- PR; Inclusão Social e Diversidade: o exercício da memória e reconhecimento das identidades coletivas no Paraná; Letramento intercultural no ensino médio: registrando memórias e valorizando as línguas indígenas no Paraná; Manejo sustentável de plantas daninhas em hortas agroecológicas; NUMAPE (Núcleo Maria da Penha); O paradesporto como ferramenta de inclusão e valorização social da pessoa com deficiência; Produção sustentável e estruturação da cadeia de ovinos de corte; Projeto Sorrir com Saúde em Marialva e Sarandi: a importância da aquisição de hábitos saudáveis na infância; Suporte jurídico, administrativo e contábil, aos Empreendimentos Econômicos Solidários (EES), constituídos por catadores de materiais recicláveis de Maringá, Sarandi e Paiçandu – CAJUEES; Violência na escola e sua relação com as características sociais e espaciais: intervenção com alunos do ensino médio das escolas estaduais de Sarandi-PR; Brincadeiras com meninos e meninas de e nas ruas; Centro de referência em agricultura urbana e periurbana - CERAUP/UEM;  Muditinerante: o museu vai a comunidade; Feira Agroecológica de Inclusão Social, Cultura e Artes – FAISCA; Promud - integração com a comunidade por meio de ações das ciências morfofisiológicas; Patronato; Núcleo de Estudos e Defesa de Direitos da Infância e da Juventude - NEDDIJ; Programa da Criança e Adolescente - PCA .

uem 2

Destaque

A UEM realiza investimentos na pós-graduação porque entende que o conhecimento é competente para promover o desenvolvimento de uma sociedade. A pesquisa científica é um dos pilares da educação superior, ao lado do ensino e da extensão, e responsável pelos resultados da ciência em longo prazo. Atualmente, a UEM oferece à comunidade 26 cursos de doutorado e 52 mestrados, entre acadêmicos e profissionais.

24.688 estudantes

7 campi

 

UEM

Reitoria UEM

Endereço: Av. Colombo, 5790 - Jd. Universitário
CEP 87020-900 - Maringá - PR – BR

Fone: (44) 3011-4040

e-mail:

www.uem.br

 

Última modificação: Segunda, 02 Dezembro 2019 16:55
Compartilhe: